Faça sua camiseta:

Faça sua camiseta:
Muitos nos procuram querendo comprar uma camiseta do movimento pela ética evangélica, Nós não comercializamos camisetas, mas quem quiser ter uma basta pegar o modelo e mandar fazer no local de sua preferencia: http://exemplobereano.blogspot.com.br/2014/02/camisetas-do-movimento-pela-etica.html

sábado, 14 de janeiro de 2017

9o. Congresso Fogo de Avivamento para o Brasil: conheça os palestrantes


Evento que se realizará no próximo mes em São Paulo, Rio e Belo Horizonte. O nome poderia ser mudado para Congresso de fogo estranho e falso avivamento ou mesmo Congresso de fogo do inferno e avivamento satânico. Vamos conhecer um pouco dos "pregadores" ( neste artigo só um pouco mas em uma rápida  pesquisa na internet poderemos ver uma porção de outras heresias, maluquices e manipulações).
 O texto é do blog estrangeira.wordpress.com
 congresso-fogavivamento-para-o-brasilAssim como no Sambódromo todo carnaval tem desfile de escola de samba, agora também tem Congresso Fogo de Avivamento para o Brasil, nome pomposo da reunião de (im)pastores e artistas gospel para animar a folia dos evangélicos. E também tem, neste blog, todo ano um artigo destrinchando os palestrantes que lá irão, para que possamos ter discernimento, não absorvendo qualquer ensino sem antes passá-lo pelo crivo da Palavra de Deus.
Então vamos lá:
duque momoApóstolo (?) Agenor Duque
É o líder do congresso. E é o dono da Igreja Plenitude do Trono de Deus, com programas de rádio e televisão e em crescimento, com a abertura de novas congregações pelo Brasil. Veste-se com uma roupa que simula o “pano de saco” (e que custa R$ 70,00 na lojinha da igreja) por cima das suas roupas normais, e de uns tempos para cá deu de usar uma coroa gigante (daquelas de Rei Momo) e sentar num trono (ora, Jesus fez isso? Ou fez justamente o contrário, se despojando de Sua Majestade para habitar entre nós de forma humilde?).
Tempos atrás, saiu amaldiçoando seus inimigos, quando Cristo nos ensina justamente a amar e orar por eles. Usa de técnicas de hipnose aprendidas do seu mentor espiritual (im)Pastor Jerônimo Onofre da Silveira para simular milagres de esquecimento (Manassés) e de “põe demônio, tira demônio das mãos” (Miquéias). Essas apresentações causam grande furor na plateia, que sem qualquer discernimento acreditam vir de Deus, não de uma manipulação do inconsciente das pessoas mais suscetíveis.
Gosta de lançar profecias, mas nem sempre dão certo (provando não serem de Deus). Um exemplo de fracasso profético foi a profecia dada ao Marquinhos e sua esposa de que seu bebê sobreviveria.
Faz várias campanhas mirabolantes, com o fim de arrecadar cada vez mais dinheiro para o crescimento de sua igreja. Consequentemente, também melhorou bastante de vida, possuindo atualmente até jatinho e um Porsche. Para ele, a campanha Jeová-Jireh efetivamente funciona. Mas para os fiéis…
aa2Bispa (?) Ingrid Duque
Esposa do Apóstolo (?) Agenor Duque, já vendeu (ou melhor, trocou por boas ofertas) um tal de Kit de Beleza da Rainha Ester, provavelmente para tirar o demônio da feiúra da vida das fiéis. É a estrela do espetáculo “7 Mergulhos de Naamã“, uma campanha recorrente da igreja deles. E tempos atrás também sentou num trono, como seu esposo, mas para que os fiéis tocassem seus pés, deixando suas ofertas – isso ela deixa bem claro no vídeo. O tocar em seus pés daria alguma espécie de unção. Foi comparada à Nossa Senhora dos Evangélicos. Bênção (ou heresia?) pura!

benny-hinn-segurancas-aeroporto-los-angeles-200x129
Benny Hinn
A grande estrela do Congresso é tido por alguns como um homem santo, cheio de unção, que derruba multidões com o poder do Espírito Santo e que traz mensagens diretamente Dele. Porém, como podemos conhecer se um profeta o é de verdade?
“E, se disseres no teu coração: Como conhecerei a palavra que o Senhor não falou?
Quando o profeta falar em nome do Senhor, e essa palavra não se cumprir, nem suceder assim; esta é palavra que o Senhor não falou; com soberba a falou aquele profeta; não tenhas temor dele.” – Deuteronômio 18:21-22
Pois bem, um falso profeta diz falsas profecias, correto? Eis algumas profecias de Benny Hinn:
– Fidel Castro morreria nos anos 90 e Cuba seria visitada por Deus;
– Deus destruiria com fogo a comunidade homossexual dos Estados Unidos até o ano de 1995;
– Jesus Cristo em pessoa, fisicamente, apareceria num dos cultos do Benny Hinn.
Sim, Benny Hinn profetizou essas coisas. Para não deixar dúvidas, vejam os vídeos a seguir (são bem curtos):

Só esclarecendo (pois não duvido de que alguém acredite que essas profecias se realizaram): Fidel apareceu publicamente em janeiro de 2014 e veio a falecer no final de novembro do ano passado. Ou seja, com certeza não morreu nos anos 90 e Cuba continua como dantes, pois não houve a tal visitação profetizada; a comunidade homossexual dos Estados Unidos continua livre, leve, solta e viva; Jesus Cristo negaria a Sua própria Palavra se resolvesse aparecer fisicamente no culto de algum pastor antes do tempo do Fim.
Fora essas profetadas todas, dignas de um falso profeta de grosso calibre, ainda temos todos os seus ensinos heréticos. Como a lista é grande, indico o estudo no site Sola Scriptura.
E fora as profetadas e os ensinos heréticos, Benny Hinn também nos premia com suas técnicas de manipulação do público, ávido por ser derrubado pelo “ungido do senhor”. No vídeo a seguir (também de curta duração) temos inicialmente nossa ida, há 3 anos, noutra edição desse mesmo congresso. Logo em seguida, vemos as técnicas que Benny Hinn utilizou para “derrubar no espírito” uma parte dos presentes no estádio.

Após assistir a esse vídeo diga para si, sinceramente: Deus precisa usar dessas estratégias para derrubar as pessoas? E por que Deus derrubaria as pessoas? Por que Deus faria tal espetáculo?
E falando em “derrubar”, o filho do Benny Hinn foi preso dias depois do pai fazer a ministração do vídeo. O por quê? Por ter agredido um deficiente auditivo, que cometeu o terrível pecado de tentar chegar perto do papai ungidão, na esperança de o abraçar e tentar, assim, obter algum milagre.
É para glorificar de pé, igreja!!!
silas-e-murdock_campanha_dos_campeoes_da_fe
Dr. (?) Mike Murdock
Ele se autointitula “doutor”. No Brasil, ficou conhecido por sua amizade com Silas Malafaia e suas visitas ao programa do telepastor, onde prometia sempre 3 bênçãos para quem desse altas quantias em dinheiro. Em uma das vezes, o preço era R$ 1.000,00, e em troca o fiel receberia 3 bênçãos, entre as quais unção financeira e a salvação de toda a família. Sim, você leu certo: a salvação da família, para Mike Murdock, tinha um preço – e não era o preço do sacrifício de Cristo por nós.
Em outra aparição no programa do Malafaia, Mike Murdock disse que o livro que ele estava vendendo no momento tinha a resposta para todos os problemas. Em outro, que o segredo da properidade era obedecer total e irrestritamente às instruções que ele passava. E todas as instruções passavam, necessariamente, pela necessidade do fiel “doar voluntariamente” grandes quantias preestabelecidas (R$ 1.000,00, 10.000,00) e em troca 3 bênçãos (sempre 3, e dessas sempre 1 relacionada à aquisição de riquezas) se realizariam na vida do fiel.
Benny Hinn e Morris Cerullo também usam essa técnica de 3 bênçãos em troca de uma grande oferta do fiel. Para que mudar a técnica da Teologia da Prosperidade, se está funcionando perfeitamente?


(Im)Pastor Abílio Santana

Como todo pregador da diabólica Teologia da Prosperidade (que ensina o contrário do que Jesus e os Apóstolos de verdade pregavam), Abílio Santana também precisa inventar histórias, deturpando versículos e passagens bíblicas para fundamentar suas heresias. A mais conhecida foi aquela em que afirmou que Jesus Cristo era rico e que tinha uma “baita casa” de praia em Cafarnaum.
Porém, veja o que disse o próprio Jesus Cristo:
“E aconteceu que, indo eles pelo caminho, lhe disse um: Senhor, seguir-te-ei para onde quer que fores.
E disse-lhe Jesus: As raposas têm covis, e as aves do céu, ninhos, mas o Filho do homem não tem onde reclinar a cabeça.” – Lucas 9:57,58
E aí, quem está mentindo? Jesus, que era rico mas escondia isso das pessoas, ou esse tal (im)Pastor Abílio Santana que, para justificar sua vida de bonança às custas de gordas ofertas dos fiéis, falou uma heresia desse tamanho?


abli
Dá pra confiar num pregador que mente sobre a vida de Jesus Cristo?
b0cjptprbkc6nmd60ewtbf9mw(Im)Pastor Marco Feliciano
Esse pastor tupiniquim, hoje também Deputado Federal, também é da turma da Teologia da Prosperidade. Num vídeo muito triste, ele é visto cobrando a senha do cartão entregue por um fiel, afinal sem a senha o dinheiro não seria retirado e, consequentemente, o fiel não receberia a “bênção”. Logo em seguida, recebe uma oferta de R$ 1.000,00 de um cadeirante, e vai cobrando as ofertas dos demais, numa espécie de leilão financeiro gospel.

Em outro vídeo, Marco Feliciano diz que a prosperidade está no bolso ou na bolsa, e pede o que a pessoa tiver (jóias, cheques pré, cartão de crédito) para que possa conquistar as bênçãos divinas. Mas e quem não tem nada para ofertar? Que peça emprestado! Afinal, a Teologia da Prosperidade realmente funciona, pois prospera sobremaneira os líderes que a a adotam em seus ministérios.

foto 2
(Im)Pastor Yossef Akiva
Yossef Akiva é o nome de guerra gospel de mais um (im)pastor da Teologia da Prosperidade e, como fica claro pelo nome adotado, um idólatra das tradições judaicas (o nome real desse falso judeu natural do belíssimo Estado do Ceará é João Marcelo).
Yossef Akiva tem como característica principal seu empreendedorismo gospel com peças imitando objetos sagrados judaicos. Seu principal negócio é incentivar a idolatria à Arca da Aliança (que ele habilmente negocia, é claro!).
Durante seus cultos, esse (im)pastor (que tentou virar Deputado Federal por São Paulo em 2014, seguindo os pa$$o$ do Feliciano, mas não conseguiu) vende, ou melhor, troca por boas ofertas pequenas réplicas da Arca da Aliança, assim como outros pastores fazem o mesmo com rosa ungida, fronha ungida, sabonete ungido, etc.
Frases do Yossef Akiva retiradas do site O Grande Diálogo:
12“Agora a arca da aliança irá entrar, quando ela estiver entrando, vocês vão olhar para ela, se possível, tocar nela, e fazer um pedido, e Deus irá conceder o pedido que vocês fizerem.”
“Nesse momento eu estarei distribuindo réplicas da arca, vocês virão, só os que crêem, e irão pegar a arca com a mão direita. Levarão a arca para casa, deixarão de hoje até amanhã num lugar específico. E amanhã vocês devolverão a arca com uma oferta a Deus.”
“Eu tenho aqui réplicas de metal da arca. Quem trouxer a oferta de dez mil reais, vai ganhar de presente essa arca grande, quem trouxer a oferta de cinco mil, levará essa menor, e os que trouxerem a oferta de mil, essa outra pequena. […] e eu profetizo em nome de… (umas palavras em hebraico), que em no máximo três meses, sua vitória vai chegar.”
pastormarcospereira(Im)Pastor Marcos Pereira
Dono-Presidente da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, uma igreja cheia de usos e costumes, onde as mulheres são levadas a se vestir quase com burcas cariocas (um saco cobrindo totalmente o corpo e mantendo descobertos apenas as mãos, o pescoço e a cabeça), enquanto aos homens é proporcionada a vaidade, podendo se vestir elegantemente com ternos e gravatas. Contraditoriamente, surgiram no passado denúncias de abuso sexual por parte desse (im)pastor, inclusive com a divulgação nos noticiários de conversas bastante picantes por telefone.
Assim como Benny Hinn e cia., é chegado num espetáculo gospel. Não bastando expulsar os demônios (como Jesus fazia), precisa apresentar o show, como por exemplo colocando presidiários em fila e os derrubando pelo poder do seu paletó ungido.  Isso traz grande impacto à plateia e muitos até aceitam mudar de vida, mas às custas do medo causado pela apresentação “mágica”. Esse medo do sobrenatural também garante a fidelidade dos seus fiéis.
maxresdefault(Im)Pastor Jorge Linhares
Adepto da Cura Interior e Libertação, prima-irmã da Teologia da Prosperidade, Jorge Linhares cultiva a amizade de gente como Silas Malafaia, sendo participante assíduo em seus congressos.
Gosta de maniqueísmo, como comprova o título de alguns dos seus livros: Bênção ou Maldição e Águia ou Galinha. O tema central é a “quebra de maldições hereditárias”. Sobre essa falsa doutrina, recomendo a leitura do artigo publicado no site Sola Scriptura.
A verdade é que a Igreja, durante 2.000 anos, nunca precisou de rituais de “cura interior e libertação” e de “quebra de maldições” para levar pessoas a Cristo. Porém, décadas atrás iniciaram-se esses modismos, primeiro nos círculos carismáticos católicos e posteriormente em certas igrejas evangélicas . A partir de então, quem os segue tem inconscientemente negado a Cristo, ao dizer que Ele não é suficiente, sendo necessário rituais de regressão gospel para que alguém seja liberto. Mas a Palavra diz: “Se o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres” – João 8:36.
Além desses, haverá outros preletores e muitos artistas gospel, que animarão as multidões em busca de avivamento, mas que de lá sairão como antes, aguardando mais um ano para mais uma tentativa de serem avivados, conforme a promessa no nome do congresso.
Se quiser ir, vá. Mas seja como os bereianos, que diante do Apóstolo (de verdade) Paulo não se intimidaram, buscando nas Escrituras se tudo o que ele dizia realmente era verdadeiro. Os falsos profetas têm se aproveitado da boa-fé do povo, que acredita em tudo o que um suposto “ungido” diz, para lançar setas e deturpar a Palavra de Deus a seu favor.
Que Deus possa abrir os olhos do Seu povo.
Voltemos ao Evangelho puro e simples,
O $how tem que parar!


FONTE:
https://estrangeira.wordpress.com

sábado, 31 de dezembro de 2016

Imagine uma empresa. Ou seria empreja?


Imagine uma empresa que tem 2 milhões de funcionários trabalhando pra vc; e além de funcionários, eles são também os seus clientes, o próprio mercado; e nessa empresa, não se produz nenhuma mercadoria a não ser um produto mais impalpável que fumaça: a fé. Embalada apenas com palavras fictícias, lustrada com os sonhos, ambição ou necessidades pessoais de cada um, sem nenhuma regulamentação.
Uma mercadoria que vc não precisa provar, nem tocar, nem degustar ou experimentar, sem cheiro nem sabor, nem tamanho nem pode ser pesada ou mensurada; pode ainda contar com longuíìììsssssimo prazo de entrega, mas já recebe o pagamento à vista; pode ser vendida e revendida várias vezes, inclusive aos mesmos clientes, ainda que eles não tenham recebido o primeiro lote; e vendida a altíssimo preço; pois na propaganda ela é maravilhosa, serve pra tudo, para o amor, para a saúde, para o bolso; crescer cabelo e emagrecer; cura do câncer, dos vícios, proporciona orgasmos múltiplos; e, claro, não aceita troca ou devolução do dinheiro;
No final do mês, além de vc não pagar imposto, nem salário a seus funcionários, pelo contrário, eles é que pagam de 10 a 20% do que recebem de outras empresas pra vc; ainda compram o seu jornal, tornam o seu livro best seller, compram a sua rosa ungida, o seu óleo ungido, o seu detergente ungido, o sabãozinho ungido, a arruda abençoada, o sal consagrado, a água benta, o perfume do amor, o seu kit salvação, o seu curso online, e ainda abastecem de vinho e pãozinho a santa ceia, de papel higiênico e papel toalha os banheiros, pagam seu aluguel, sua conta de luz, a água, o programa de tv no qual vc mesmo ganha dinheiro com outros produtos para outros clientes, e quitam todas as demais despesas. Do passado, do presente e do futuro.Em vida e pós a morte.
Lembrando que os funcionários são os seus clientes, os consumidores de um produto que não tem cheiro, não tem cor, nao tem sabor, não pode ser tocado, nem visto, nem medido ou pesado. E de 6 em 6 meses, os clientes funcionários dão até 100% de tudo o que ganham; às vezes até casas, carros, joias, móveis e roupas e tudo o que possa ser negociado...pois a propaganda diz que a mercadoria é excelente e multifuncional: serve para o amor, para a saúde, para o bolso e para todas as áreas da sua vida, para o corpo, para a alma e o espírito; assim na terra como no céu.
Só no curso online, quase sem custo, são uns 50 mil obreiros voluntários, sem salários, trabalhando no Brasil e no mundo pagando 280 reais cada um, obrigatoriamente. Só aí dá mais de 14 milhões de reais por um curso obrigatório, praticamente sem custo de produção, pois é online. Agora imagine que esses obreiros saindo igual gado, só a espera do toque do berrante, pra irem pelos semáforos vendendo bolinhos, doces e dando tudo no "altar", se sujeitando a passar fome pra entregar tudo ao seu líder, o CEO que alega ter direção divina e informação privilegiada de Deus sobre a sua vida;
Este mesmo CEO da corporação jura ser a oferta pra Deus - o mesmo Deus que não anda de Audi, nem de jatinho, nem mora em apartamento de 30 milhões, nem tem CPF ou conta bancária; e estes obreiros e membros, se não forem atendidos com o bilhetinho que enviam pra Israel, estão prontos pra fazer tudo de novo na próxima vez, num ciclo que se renova diariamente...
..e com um balão de 100% a cada seis meses...pois a fé manda olhar pra frente, pra não transformá-lo numa estátua de sal , dando ouvidos ao demônio - e enquanto não se recebe a mercadoria, fica por isso mesmo. Pois a fé é certeza de coisas que se esperam, e fatos que estão no futuro , mas são financiados no presente. Além disso, eles trabalham pra Deus, não importa o que seu líder faça com o dinheiro.Tudo o que se precisa fazer é colocar uma cruz e uma Bíblia no meio, para dar legitimidade e legalidade. Ainda estão dispostos a eleger por cabresto os seus candidatos na política, quem quer que seja.
Imagine, por fim, que que a cada 6 meses a meta é arrecadar 1 bilhão de reais de todas as filiais nesta mesma empresa que não produz nada, num evento que tem o slogan 'a oportunidade de transformar a vida da água pro vinho'.
Quem não ficaria rico assim? Nem Rockefeller, JP Morgan e Rothschild imaginariam um negócio desse...:
comércio da fé, eis o o mais bem aplicado golpe do bilhete premiado da história. E de todas as galáxias, até o terceiro céu...(S.Braz)

fonte: Facebook: Shelbert Braz

domingo, 18 de dezembro de 2016

O PÚLPITO EM RUÍNAS

Por Pr. Silas Figueira
(FONTE:http://ministeriobbereia.blogspot.com.br/)



O maior perigo que a igreja corre hoje não é a perseguição, e sim a perversão. Se Satanás não pode derrotar a igreja, tenta ingressar-se nela. A proposta de Satanás não é substituição, mas mistura. Não é apostasia aberta, mas ecumenismo. A ameaça mortal vem de dentro, das chamadas heresias domésticas.

Durante muito tempo lutamos contra as Testemunhas de Jeová, contra os Mórmons, contra os Adventistas, mas hoje estamos nos deixando seduzir pelo evangelho da prosperidade, pelo pensamento positivo, pelo determinismo. Doutrinas orientais têm invadido as nossas igrejas de forma caudalosa; psicologia ao invés do Evangelho transformador está tomando os púlpitos de nossas igrejas. Líderes que estão na mídia distorcendo as Escrituras com uma teologia louca, levando os incautos a se decepcionarem com Deus, pois eles, em nome de Deus, fazem promessas que distorcem o puro Evangelho.

Algum tempo atrás havia um determinado pastor pregando na televisão dizendo que qualquer líder ou igreja que prega que o crente tem que ficar rico é um enganador. Ele disse assim: “não pense que todo mundo vai ficar rico não, isso é balela, é cascata; qualquer pastor que promete riqueza a todo mundo é um cara de pau safado, um pilantra, ludibriador de fé. Digo aqui rasgado mesmo porque não tem conversa. Quem te falou que todo mundo vai ficar bem financeiramente? Quem te falou que todo mundo vai ficar rico? Onde está isso na Bíblia?”

Meses depois, este mesmo pastor estava na televisão dizendo tudo ao contrário do que havia dito antes (parece até música do Raul Seixas). Ele disse meses depois assim: “você só vai experimentar estas coisas o dia em que você aprender a ser liberal, se não você só vai ouvir e nunca experimentar em sua vida. Agora, Deus tem falado ao meu coração e vou dizer pra vocês, e quero ser profeta de Deus para que algum irmão que está me vendo pela TV e que estão aqui; Deus tem falado ao meu coração, Deus nesta reta final da igreja, Ele quer dar riquezas para crente, mas não quer dar riqueza para miserável... Deus quer dar riquezas para crentes liberais que vão investir na obra de Deus...”. Depois esse pastor pega uma Bíblia de estudos que ensina como alcançar vitória financeira. Quanta contradição!

Essa é mais uma ruína em nossos púlpitos que já andam tão esfacelados, tão cheios de “cupins espirituais” destruindo a sua base. Com isso em mente, vamos enumerar mais alguns fatos que têm levado muitos púlpitos à ruína hoje:

Primeiro, há pastores gananciosos atrás do púlpito. Há pastores mais interessados no dinheiro das ovelhas do que na salvação delas. Há pastores que negociam o ministério, mercadejam a palavra e transformam a igreja em um negócio lucrativo. Há pastores que organizam igrejas como empresa particular, onde prevalece o nepotismo. Transformam o púlpito em balcão, o evangelho e os crentes em consumidores [1].

O Evangelho sofre atualmente grande desgaste no seio da sociedade por causa dos “mercenários”, homens que fazem do ministério fonte de enriquecimento, verdadeiro comércio.

A avareza pode levar o servo de Deus a destruir seu ministério, pois se transforma num sentimento maligno, capaz de apagar os mais nobres anseios do espírito (Pv 15.27; Ec 5.10; Jr 17.11; 1Tm 6.10; Tg 5.3). Eis, o que a avareza pode fazer:

-  Acã apanhou o que era ilícito, mesmo sabendo que se tornaria maldito (Js 7.21).

- Balaão foi capaz de dar perverso conselho para ter os prêmios de Balaque (Nm 31.15,16, 22.5, 23.8; 2Pe 2.15; Jd 11; Ap 2.14).

Judas Iscariotes traiu o Mestre por causa de trinta moedas de prata (Mt 26.14-16).

O pastor, portanto, deve ter cuidado para não se deixar dominar pelo sentimento da avareza. Em busca de bom salário, pode sair do plano de  Deus, e seu ministério naufragar (Nm 16.15; 1Sm 12.4; At 20.33) [2].

Charles Haddon Spurgeon disse:

“Será que um homem que ama mais o seu Senhor estaria disposto a ver Jesus vestindo uma coroa de espinhos, enquanto ele mesmo almeja uma coroa de louros? Haveria Jesus de ascender ao trono por meio da cruz, enquanto nós esperamos ser conduzidos para lá nos ombros das multidões, em meio a aplausos? Não seja tão fútil em sua imaginação. Avalie o preço; e, se você não estiver disposto a carregar a cruz de Cristo, volte à sua fazenda ou a seu negócio e tire deles o máximo que puder, mas permita-me sussurrar em seus ouvidos: “Que aproveita ao homem ganhar o mundo inteiro e perder a sua alma?”Citado por John MacArthur [3].

Segundo, há muitos pastores mundanos atrás do púlpito. A igreja contemporânea está passando por uma revolução sem precedentes, desde a Reforma Protestante, em seus estilos de adoração. O ministério das igrejas casou-se com a filosofia de marketing, e o “filhote monstruoso” dessa união é um diligente esforço para mudar a maneira como o mundo enxerga a igreja. O ministério da igreja está sendo completamente renovado, na tentativa de torná-lo mais atraente aos incrédulos.

Os especialistas nos dizem que pastores e líderes de igrejas que desejam ser mais bem-sucedidas precisam concentrar suas energias nesta nova direção. Forneça aos não-cristãos um ambiente inofensivo e agradável. Conceda-lhes liberdade, tolerância e anonimato. Seja sempre positivo e benevolente. Se for necessário pregar um sermão, torne-o breve e recreativo. Não pregue longa e enfaticamente. E, acima de tudo, que todos sejam entretidos. As igrejas que seguirem estas regras experimentarão crescimento numérico, eles nos afirmam; e as que as ignorarem estarão fadadas à estagnação [4].

Este tem sido, há muito tempo, os “cultos” que temos visto por aí. Mas quem se enquadra dentro desse sistema são pastores mundanos que deixaram o caminho da piedade para seguir o caminho do sucesso. Líderes que querem movimento e não vidas transformadas pelo poder do Evangelho. Pastores que utilizam do pragmatismo para ver resultados “positivos” na igreja.

Recentemente um carro de som estava passando pelos bairros da cidade que moro convidando os jovens para um baile funk, só que este baile era em uma igreja evangélica.    
  
Terceiro, há muitos pastores mal intencionados atrás do púlpito. Há muitos pastores que distorcem a Palavra para que ela tenha o resultado esperado nos ouvidos dos ouvintes. Como disse A. W. Tozer: “Qualquer um consegue provar qualquer coisa juntando textos isolados” [5]. E o que mais temos visto são textos fora de contexto sempre com um mau pretexto. Pastores que botam na boca de Deus o que Deus não disse e tiram da boca de Deus o que ele disse. Como certo “apóstolo” que disse num culto: “tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas”, mas o pior que ele disse que esta palavra está na Bíblia. Sinceramente eu não sabia que Antoine de Saint-Exupéry constava como profeta ou era um dos apóstolos de Cristo.

A igreja de hoje tornou-se indolente, mundana e acomodada. Os líderes da igreja estão obcecados com o estilo e metodologia; perderam o interesse pela glória de Deus e tornaram-se grosseiramente apáticos quanto à verdade e a sã doutrina.

Quando Deus promulgou o Segundo Mandamento, que proibia a idolatria, Ele acrescentou a seguinte advertência: “Eu Sou o SENHOR, teu Deus, Deus zeloso, que visito a iniquidade dos pais nos filhos até à terceira geração daqueles que me aborrecem” (Êx 20.5). Outras passagens das Escrituras deixam claro que os filhos nunca são castigados diretamente pela culpa dos pecados de seus pais (Dt 24.16; Ez 18.19-32). Todavia, as consequências naturais daqueles pecados passam realmente de geração à geração. Os filhos aprendem com o exemplo dos pais e imitam o que veem. Os ensinos de determinada geração estabelecem um legado espiritual herdado pelas gerações seguintes. Se os “pais” de hoje abandonarem a verdade, a restauração demandará várias gerações. Os líderes da igreja são os principais responsáveis por estabelecerem o exemplo [6].

Pelo andar da carruagem, creio que a próxima geração, se Deus não intervir, estará perdida dentro das igrejas. Pois o que mais vemos são pastores mal intencionados distorcendo as Escrituras e, por sua vez, crentes que são verdadeiros analfabetos biblicamente falando. Gente que estão longe de seguir o exemplo dos irmãos de Bereia que consultavam as Escrituras diariamente para conferir o ensino de Paulo (At 17.11).

CONCLUSÃO

Que triste realidade a igreja tem enfrentado, mas cabe a cada um de nós, que queremos ver o Reino de Deus estabelecido, lutar com todas as forças para não sucumbirmos diante dessas demandas mundanas.

A luta não tem sido nada fácil, pois o mundo “gospel” tem lutado pera arrebanhar o maior número possível de pessoas e, infelizmente, tem conseguido. Com isso temos visto crentes fracos, mundanos, arrogantes, gente que pensa que são príncipes e princesas de Cristo, e com isso, acham que são melhores do que as outras. Não temos visto crentes a imagem e semelhança de Cristo, mas de seus líderes gananciosos, mundanos e mal intencionados. Gente que reflete a imagem de seus líderes carnais e satânicos.

Eu realmente não sei se vamos vencer está batalha, mas uma coisa eu peço a Deus, que Ele me ajude a continuar pregando a verdade ainda que esta seja pregada a poucos.

Que o Senhor nos ajude.

Pense nisso!     

Fonte:

1 – Lopes, Hernandes Dias. De: Pastor A: Pastor. Editora Hagnos, São Paulo, SP, 2008: p. 17.

2 – Mendes, José Deneval. Teologia Pastoral. Editora CPAD, Rio de Janeiro, RJ, 12ª Edição 2003: p. 39.

3 – MacArthur, John. Com Vergonha do Evangelho. Editora Fiel, São José dos Campos, SP, 2014: p. 17.

4 – Ibid, p. 45.

5 – Tozer, A. W. A Vida Crucificada. Editora Vida, São Paulo, SP, 2013: p. 20. 

6 – MacArthur, John. Guerra pela verdade. Editora Fiel, São José dos Campos, SP, 2014: p. 18.